Google+ Followers

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

O tempo não volta.




Quantas vezes você estava com alguém e sua cabeça não estava ali?
E quantas vezes também, no momento em que não pôde senti-la em seus braços, sentiu sua falta.
Você já parou pra pensar no que machuca mais, fazer algo e desejar que não tivesse feito, ou não fazer e desejar que tivesse?
Você já teve medo de começar um relacionamento, medo de não ser a hora ou a pessoa certa? Seu coração não escolhe quem amar, e faz por conta própria, quando você menos espera, ou mesmo quando você não quer.
Quantas vezes você deixou passar momentos importantes que não voltam mais?
Não tem aquela música que você não gosta de ouvir porque lembra algo que você fez enquanto ela tocava há algum tempo atrás? Ou lembra alguém que você quer esquecer e não consegue?
Quantas vezes você quis esquecer uma história ou alguém, que permaneceu na sua cabeça por um tempo longo, um tempo que te deixou triste, e mesmo assim ela não saía?
Você já se sentiu sozinho mesmo cercado de um monte de pessoas? Ou já beijou alguém que fez a multidão sumir?
Você já passou um dia sentindo muitas saudades do que viveu?
Você já viveu uma situação tão boa e feliz que até deu medo de tudo ser muito passageiro?
Alguma vez você sofreu por alguém e essa pessoa nem se deu conta disso, ou simplesmente não fez nada pra consertar?
Alguma vez você passou por cima do seu orgulho pra correr atrás do que queria?
Têm pessoas que você inventou apelidos carinhosos que só você chama elas por eles?
Você já viu a força que tem, quando apostou todas as suas fichas em algo que acreditava e perdeu?
Quantas vezes uma pessoa a quem você não dava nada, foi a primeira a te ajudar? E quantas vezes aquela que você mais esperava gratidão, te deu as costas e te decepcionou sem você nunca saber o porquê?
Você já se achou bobo, ridículo, por insistir em algo que não valia a pena?
Teve algum dia que você acabou ficando com alguém apenas pra não ficar sozinho?
Você já passou por um dia em que tudo deu errado, mas no final aconteceu algo maravilhoso? E também já aconteceu algo em que tudo deu certo, exceto pelo final que estragou o que parecia perfeito?
Você já chorou porque lembrou de alguém que amava e não pode viver intensamente isso com essa pessoa?
Você já reencontrou um grande amor do passado e viu que ele mudou e que tudo também faz outro sentido pra você?
Para essas perguntas existem muitas respostas. Mas o importante sobre elas não é a resposta em si, e sim o que sentimos em cada uma dessas situações...O sentimento e as lembranças que ficam de cada história. Todos nós erramos... Julgamos mal... Somos bons e somos cruéis...
Amamos... Sofremos... Tivemos momentos alegres e outros às vezes mais tristes.
E todos, um dia não tiveram coragem...e hoje se arrependem.. .ou não. Vocês todos já fizeram uma coisa quando o coração mandava fazer outra.
Então qual a moral disso tudo? Vá à luta! Antes que seja tarde, siga. Bola pra frente!
Não continue pensando nas suas fraquezas e erros. Daqui por diante faça um acordo consigo mesmo, e lute! Não abaixe a cabeça!
Faça tudo que puder pra ser feliz hoje! Releve. Esqueça! Não deite com mágoas no coração... Não durma sem ao menos fazer uma pessoa feliz, e comece com você mesmo!
E, por mais que sinta falta das pessoas que passaram pela sua vida, lembre-se: "Pessoas especiais não se separam, apenas seguem caminhos diferentes.. ."
Façam tudo hoje!!! O amanha é incerto d+, e a vida é única!!!
Por isso pensem antes de fazer, pois pra toda ação há uma reação, mas se você achar importante não deixe de fazer... O TEMPO NÃO VOLTA!!! 
(Achei interessante postar - não sei a procedência - foto capturada na net)

domingo, 13 de setembro de 2009

Coma chocolate, sua saúde agradece


Ele protege o coração, o sistema nervoso e ainda alivia a TPM.


A textura, o aroma, o sabor e a capacidade de derreter suavemente na boca arrebata os sentidos, desperta o corpo e provoca sensações emocionais. O êxtase é absoluto, com uma vantagem incomparável: não se trata de nenhuma substância ilícita apesar, é bem verdade, de existirem os viciados assumidos, que não abrem mão de uma (ou várias) barras diárias de chocolate. 
Se, na Páscoa, essa delícia ganha passe-livre na sua dieta por motivos de força maior, vale ficar atenta aos benefícios dela para justificar a comilança no restante do ano. Desde, é claro, que você preze pela moderação, afinal a mistura de leite e cacau mais saborosa do planeta é rica em açúcar e gordura, portanto cheia de calorias. 

Vida doce
Tudo a seu redor melhora depois de um bom tabletinho marrom? Não é auto-sugestão, pode ficar tranqüila. Quimicamente, o chocolate possui importantes componentes estimulantes: a cafeína, que atrapalha a atuação da adenosina no cérebro, substância responsável por diminuir o ritmo de atividade dos neurônios. Ou seja, provoca excitação em vez da calmaria. E ainda conta com um alcalóide chamado teobromina, que potencializa o efeito da cafeína. A teobromina, ao contrário da cafeína, não estimula o sistema nervoso central, sendo seus efeitos principalmente diuréticos (alimentos destacam-se por esse tipo de efeito, conheça alguns) , explica a nutricionista Fabiana Honda, da Consultoria Nutricional Patrícia Bertolucci, de São Paulo. Para completar o mix de agitação, ele também possui doses de feniletilamina, um composto natural com efeitos semelhantes aos das anfetaminas. Esse ingrediente é apontado como o vilão para a compulsão pelo doce. Pesquisas supõem que os chocólatras são pessoas com problemas no mecanismo de regulagem de feniletilamina do corpo , diz Fabiana. Isso porque a substância estimula os centros de prazer da massa cinzenta, daí a vontade de não parar de comer nunca. Uma das explicações está na queda do nível de magnésio do sangue nesse período. Dá-lhe apelar para a barrinha mágica de cacau para repor o nutriente, importante no equilíbrio da serotonina, o neurotransmissor que controla o humor. Mas não é preciso comer uma caixa de bombons para se sentir mais feliz. A sensação de bem-estar encontra respaldo na ação da endorfina e dopamina. Cientistas afirmam que o chocolate é capaz de aumentar a produção dessa dupla de substâncias que tem relação com o relaxamento. 

Está aqui mais um motivo para as mulheres serem as principais consumidoras da guloseima, principalmente nos períodos da malfadada TPM. Para aplacar a irritação, o time feminino ataca o doce.
Uma das explicações está na queda do nível de magnésio do sangue nesse período. Dá-lhe apelar para a barrinha mágica de cacau para repor o nutriente, importante no equilíbrio da serotonina, o neurotransmissor que controla o humor. Mas não é preciso comer uma caixa de bombons para se sentir mais feliz. A Organização Mundial da Saúde recomenda não extrapolar o limite de 30 gramas por dia , explica Fabiana Honda. 

Dieta preventiva 
O lado bom dessa tentação não pára por aí. Um pequeno pedaço de chocolate preto por dia melhora o fluxo arterial e beneficia a saúde vascular. Em um relatório apresentado na reunião anual da Associação de Cardiologia dos Estados Unidos, em Chicago, cientistas afirmaram que o chocolate escuro, em pequenas quantidades, pode reduzir o risco de um ataque cardíaco por diminuir a tendência de coagulação das plaquetas e de obstrução dos vasos sangüíneos. Esses mesmos efeitos não foram observados em relação ao chocolate branco, composto basicamente por gordura daí os mais conservadores nem cotarem a barrinha albina. O sistema nervoso também sai no lucro a cada boa mordida. Os flavonóides, antioxidantes encontrados nas sementes do cacau, têm poder de aumentar o fluxo de sangue no cérebro e fazê-lo funcionar melhor , explica a nutricionista de São Paulo.
Na dúvida entre o ao leite ou o amargo? Aposte no último. Pesquisas demonstram que ele pode servir como escudo protetor contra os radicais livres, moléculas responsáveis pela degeneração das células. A versão ao leite contém mais gordura e menor teor de flavonóides. Além disso, o próprio leite prejudica ação desses antioxidantes. Essa substâncias auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares e na diminuição do LDL, colesterol ruim , diz Fabiana. Também vale tomar alguns cuidados para que as propriedades nutritivas do chocolate não se transformem em inimigas. Saber escolher o melhor chocolate é fundamental. Fuja dos produtos que abusam da gordura hidrogenada para substituir o cacau confira as proporções no rótulo. E prefira consumir o chocolate logo após as refeições (depois do almoço, por exemplo) por se tratar de um alimento de alto índice glicêmico. Quando ingerido, após longos períodos de jejum, ele é prontamente transformado em glicose e absorvido mais rapidamente, despertando a fome pouco tempo depois , diz Fabiana Honda. 
Calorias numa porção de 30g (um tablete pequeno)
Chocolate branco: 160 Kcal
Chocolate ao leite: 170,4 Kcal
Chocolate amargo: 161 Kcal

(Textro retirado do site MinhaVida - foto da net)