Google+ Followers

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Estatuto de Natal

Um dia uma Estrela Brilhante desceu lá do Céu para iluminar as sombras terrenas, e deixou  seu brilho...


Meus amigos,  que este brilho perpetue por todos os dias de nossa existência...é com este espírito que hoje, aproveito este  restinho de natal para agradecer a sua presença no meu caminho...foi muito bom dividir estes pedaços aqui no mundo virtual...


Agradeço deixando aqui este estatuto que recebi num e-mail, e gostei muito, e por isto deixo aqui para quem por aqui passar possa sentir os meus desejos para o ano que se inicia...muito obrigado pela presença em meu cantinho... que o ano que termina leve com ele as angustias, as frustrações, os fracassos, as nossas mas atitudes, o mal pensar, o riso  falso,  a raiva  e a mágoa... e que o novo ano traga vida nova, alegria, amor, fartura, compaixão, companheirismo,  perdão, solidariedade e saúde para curtirmos nos uns aos outros,vivendo aquilo que nos ensinou aquele que a nossa estrela guia trouxe a 2011 anos atras. Muito obrigado por fazer o meu caminho mais iluminado.




ESTATUTO DE  NATAL(Autor desconhecido)



Art. I: Que a estrela que guiou os Reis Magos para o caminho de Belém, guie-nos também nos caminhos difíceis da vida

Art. II: Que o Natal não seja somente um dia, mas 365 dias.

Art. III: Que o Natal seja um nascer de esperança, de fé e de fraternidade.

Parágrafo único: Fica decretado que o Natal não é comercial e sim, espiritual.

Art. IV: Que os homens, ao falarem em crise, lembrem-se de uma manjedoura e uma estrela, que como bússola, apontem para o Norte da Salvação.

Art. V: Que no Natal, os homens façam como as crianças: deem-se as mãos e tentem promover a paz.

Art. VI: Que haja menos desânimos, desconfianças, desamores, tristezas. E mais confiança no Menino Jesus.

Parágrafo único: Fica decretado que o nascimento de Deus Menino é para todos: pobres e ricos, negros e brancos.

Art. VII: Que os homens não sigam a corrida consumista de "ter", mas voltem-se para o "ser", louvando o Seu Criador.

Art. VIII: Que os canhões silenciem, que as bombas fiquem eternamente guardadas nos arsenais, que se ouça os anjos cantarem Glória a Deus no mais alto dos céus.

Parágrafo único: Fica decretado que o Menino de Belém deve ser reconhecido por todos os homens como Filho de Deus, irmão de todos!

Art. IX: Que o Natal não seja somente um momento de festas, presentes.

Art. X: Que o Natal dê a todos um coração puro, livre, alegre, cheio de fé e de amor.

Art. XI: Que o Natal seja um corte no egoísmo. Que os homens de boa vontade comecem a compartilhar, cada um no seu nível, em seu lugar, os bens e conquistas da civilização e cultura da humildade.

Art. XII: Que a manjedoura seja a convergência de todas as coordenadas das ideias, das invenções, das ações e esperanças dos homens para a concretização da paz universal.

Parágrafo único: Fica decretado que todos devem dizer, ao se darem as mãos:

FELIZ NATAL!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

ATITUDE



O medo coloca a questão: 'É seguro?'
O comodismo coloca a questão: 'É popular?'
A etiqueta coloca a questão: 'é elegante?'
Mas a consciência coloca a questão, 'É correto?'
E chega uma altura em que temos de tomar uma posição que não é segura, não é elegante, não é popular, mas o temos de fazer porque a nossa consciência nos diz que é essa a atitude correta.
Martin Luther King

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Reflexões da Vida



Nasceste no lar que precisavas,
Vestiste o corpo físico que merecias,
Moras onde melhor Deus te proporcionou,
De acordo com teu adiantamento.
Possuis os recursos financeiros coerentes
com as tuas necessidades, nem mais, nem menos,
mas o justo para as tuas lutas terrenas.

Teu ambiente de trabalho é o que elegeste
espontaneamente para a tua realização.
Teus parentes, amigos são as almas que atraíste,
com tua própria afinidade.
Portanto, teu destino está constantemente sob teu controle
Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modificas tudo aquilo que te rodeia a existência.
Teus pensamentos e vontade são a chave de teus atos e atitudes...
São as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivência.
Não reclames nem te faças de vítima.
Antes de tudo, analisa e observa.
A mudança está em tuas mãos.
Reprograma tua meta,
Busca o bem e viverás melhor.

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo Qualquer Um pode Começar agora e fazer um Novo Fim.


Chico Xavier 




segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O tempo de Deus


Muitas vezes na nossa caminhada reclamamos que aquilo que desejamos não acontece. Vemos tudo se desenrolando à nossa frente de maneira diferente daquela que imaginamos, e isso nos entristece de tal forma, que paramos diante dessas perspectivas, e desistimos de seguir em frente.

A verdade, é que o tempo de Deus é diferente do nosso. Desejamos algo e queremos que aconteça neste mesmo momento. Somos  imediatistas. Porém, a vida, que é mais sábia, aguarda o instante mais oportuno para realizar nossos sonhos, e os coloca lá, ao nosso alcance, um pouco mais adiante, nos ensinando assim o dom da fé e esperança. E no momento certo eles se realizarão .

O segredo é não desistirmos diante das dificuldades, e dessa forma não desperdiçamos as oportunidades de conquista e crescimento! Quando não aceitamos os obstáculos, e não queremos compreender o que se apresenta diante de nós, e empacamos, estamos jogando fora uma grande chance... Então que a pressa e ansiedade não seja  nossas companheiras, pois o que nos cabe é seguirmos mais um pouquinho adiante para chegarmos aonde queremos chegar.

Assim, é importante não desistir, mesmo que as coisas aconteçam diferentes dos planos traçados, ainda que num primeiro momento não se possa compreender a situação, é necessario confiar, pois,  a vida sempre reserva um grandioso presente a cada dia, e que se agente parar  no meio da jornada  perde-se até a si mesmo...


Por isso, mesmo quando tudo estiver difícil, quando a situação parecer insustentável, quando sentir vontade de fugir, não pare!!! Respire bem fundo, sorria, e  caminhe um pouco mais.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Bom-humor deixa as pessoas mais atraentes


By Mônica Buonfiglio
Quando escrevi o livro Almas Gêmeas perguntei a várias pessoas qual era o primeiro requisito para encontrar sua cara metade. Para minha surpresa a resposta foi: “ser bem-humorada”. 

O humor é algo fantástico, pois ele não pode ser retirado de nós. Também não pode ser dado ou ensinado; ele é adquirido. 

Independentemente das dificuldades, o bom-humor acontece quando atingimos a paz interior ou após ter passado por vários problemas e conseguido superá-los, fazendo com que a pessoa possa ver as coisas com mais alegria. 

Quando estamos bem-humorados, rompemos com a nossa limitação mental e deixamos de usar expressões mais rotineiras. Deixamos de usar palavras desqualificadas que  impedem de atingirmos nivéis elevados de consciência. 

Deus é bem-humorado e, se não o fosse, o homem também não o seria. Com o humor, podemos alterar a nós mesmos e, assim, alterar as circunstâncias. 

A melhor maneira para ser bem-humorado é evitar alterações durante uma conversa com quem você gosta e não levar a vida tão a sério. 

O humor é necessário, ele torna o ser humano capaz de rir das circunstâncias e de si próprio. Também é um instrumento para caminhar bem na vida e obter a sabedoria, a tolerância, evitar preconceitos e ser mais solidário. 

O bom-humor liberta o lado saudável das emoções humanas. Segundo Freud, ocasiona o riso, que é um relaxamento da tensão que envolve uma parte do nosso inconsciente de maneira imperceptível.  Ele eleva as pessoas, tendo relação profunda com "ser alegre de verdade", ou seja, o desejo de ter uma felicidade incondicional. 

O mundo não pode oferecer o bom-humor, mas esse sentimento tem o poder de transformar o mundo, vindo de uma fonte chamada “emoção-coração-amor”. 


domingo, 24 de outubro de 2010

Aprender a viver


Se a desilusão atingir sua alma,devastando seus sonhos e ofuscando novas possibilidades, pense na infinidade de caminhos que podem se abrir para você em apenas um dia, uma hora, um minuto...


Se a frustração acariciar friamente sua face, fazendo-te cair diante dos obstáculos, olhe para trás e veja o quanto você já caminhou e o quanto cresceu colhendo em cada trilha amigos sinceros, amores, experiências inesquecíveis...

Se as palavras de insulto e humilhação agredirem a sua integridade, lembre-se de que elas são frutos podres da maldade e da inveja, vire-se e continue a caminhar sem dar ouvidos aos fracos de alma que as pronunciam: Um dia eles entenderão porque são completamente sós...

Se a preocupação com os encargos do dia-a-dia tomar sua mente e enfraquecer o seu corpo, despertando o nervosismo e o estresse, olhe o horizonte e tente descobrir as saídas para os problemas ao invés de lamentar e achar que eles são piores do que realmente são...

Se o vazio e a insegurança invadirem o seu peito, suba em uma cadeira, abra os braços, feche os olhos e repita para si mesmo "Eu posso voar..." .  Você é capaz de tudo desde que acredite em si mesmo.

Se a tristeza insistir em te acompanhar, saiba enxergar a felicidade nas pequenas coisas da vida, numa conversa com os amigos, na brincadeira com o cachorro. Rotina é uma palavra que não existe, pois cada dia traz consigo pequenas surpresas e cada pequeno gesto guarda uma imensa felicidade...

E depois de tudo isso, olhe para si mesmo e veja o quão especial você é, 
imagine o quanto pode fazer pelo mundo e pelas pessoas, valorize as suas qualidades e tente corrigir seus defeitos (o que é realmente difícil) e saiba o quanto é privilegiado por poder caminhar, cair e aprender com os erros, por ser capaz de escrever uma história única, como nenhuma outra...

Pense nisso...
Ouse sonhar,pois os sonhadores vêem o amanhã. 
Ouse fazer um desejo, pois desejar abre caminhos para a esperança e ela é o que nos mantém vivos.
Ouse buscar as coisas que ninguém mais pode ver.
Não tenha medo de ver o que os outros não podem.
Acredite em seu coração e em sua própria bondade, pois,ao fazê-lo, outros acreditarão nisso também.
Acredite na magia, pois a vida é cheia dela, mas,acima de tudo, acredite em si mesmo... porque dentro de você reside toda a magia da esperança,do amor e dos sonhos de amanhã."

domingo, 17 de outubro de 2010

Voe mais alto!!!




Logo após a 2ª Guerra Mundial, um jovem piloto inglês experimentava o seu frágil avião monomotor numa arrojada aventura ao redor do mundo.  Pouco depois de levantar vôo de um dos pequenos e improvisados aeródromos da Índia, ouviu um estranho ruído que vinha de trás do seu assento. 

Percebeu logo que havia um rato à bordo e que poderia, roendo a cobertura de lona, destruir o seu frágil avião. 

Poderia voltar ao aeroporto para se livrar de seu incômodo, perigoso e inesperado passageiro. Lembrou-se, contudo, de que os ratos não resistem a grandes alturas.
Voando cada vez mais alto, pouco a pouco cessaram os ruídos que quase colocaram em perigo a sua viagem. 

Moral da estória: 

Se o ameaçarem destruir por inveja, calúnia, maledicência, diz que diz... voe mais alto.
Se o criticarem, voe mais alto...
Se fizerem injustiças a você, voe mais alto!!!
Lembre-se sempre que eles não resistem às grandes alturas ... 

Autor Desconhecido
Imagem:http://br.olhares.com/fernao_capelo_gaivota_foto1737611.html

domingo, 29 de agosto de 2010

Aprendendo com um mestre!


Gandhi certa vez foi procurado por uma mãe que levou o filhinho consigo, e lhe pediu:
 - Gandhi, este menino come muito açúcar.  Já tentei de tudo e não consigo


que ele pare com isso. Como ele admira muito de você, com certeza irá 
obedecê-lo. Por favor, peça para que ele pare de comer açúcar!

Gandhi pediu àquela mãe que voltasse uns 15 dias depois.

Tempo decorrido os 15 dias, a mãe o procura novamente e Gandhi olha o menino com bastante atenção e diz:

- Por favor, pare de comer açúcar!

O menino baixou a cabeça, mas fez sinal de que iria obedecê-lo. A mãe não entendeu nada daquilo e perguntou, super intrigada:

- Gandhi, por que você não falou isso há 15 dias atrás?

- É que há 15 dias atrás eu também comia muito açúcar!

E com sabias palavras Gandhi, conclui:
 

Quantas vezes exigimos dos outros aquilo que ainda não conseguimos mudar em nós.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Meus 50.

Gente...dormi com 4.9  e acordei  5.0... ainda não caiu a ficha...sera que estou na meia idade? Acho que como os adolescentes estou entrando na passagem...risos... acordei de manhã, cara toda amarrotada e feia, porque todo mundo fica feio com 50 anos quando acorda, olhei minha imagem no espelho, com cara de poucos amigos, pensei... como será ter 50anos??? e murmurei para acreditar no que dizia..."Porra, não é que você chegou ate aqui... Meirinha você já viveu um bucadinho hein??? Você e a Barbie ...que mulher de luzes é aquela que vejo refletida no  espelho???...não posso acreditar que sou eu...

5.0 anos...como a Barbie...linda...e velha...Dizem que o conceito de velhice modificou-se e a forma com que se encara hoje a idade das pessoas acho que falam isto pelo fato de que a maioria dos jovens com cerca de trinta anos, atualmente, ainda vive com os pais, alguns ainda estão na universidade e grande parte sequer considera a hipótese de casar e constituir família...acho que isto é balela...50 anos hoje é os mesmos 50 anos de antigamente...
  
Se o conceito de velhice mudou, a juventude dura mais tempo...as rugas também deveriam demorar mais...  ter cinqüenta anos não vai alterar a minha maneira de ver a vida,  de viver de bem com a vida, não vai limitar a trajetória dos meus projetos pessoais e não vai diminuir a minha capacidade de me reinventar a cada tombo ou decepção. Ao contrário, acho que vai me permitir a liberdade de me opor ao que eu não concordo, ser veemente com o que eu acredito e  algumas outras coisas - como perder a memória para o que e para quem não vale a pena.


Vou comemorar...viva!!!

Tempo



"O tempo não serve só para medir a idade das pessoas ou das coisas, para situar os acontecimentos e mapear nossas memórias. O tempo é um caminho que enquanto vivos percorremos com a nossa existência. E o que importa não é quanto dele passou por nós, mas o quanto de nós passou por ele".
(Texto:Kevin Arnold - Imagem:Internet)

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Quando me amei de verdade...



Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.
Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é...Autenticidade.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.
Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é... Respeito.
Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama... Amor-próprio.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.
Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a... Humildade.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.
Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver!!!
Charles Chaplin

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Ser feliz é olhar para as bênçãos recebidas


A felicidade depende muito de termos uma visão mais positiva da nossa vida. As bênçãos, muitas vezes, vêm disfarçadas de dificuldades.

Por isso, é preciso aprender a olhar para cada coisa com os olhos de quem realmente busca um lado bom em tudo que nos é oferecido.

Ser feliz é saber identificar e contar diariamente as nossas bênçãos recebidas, ao invés de ficar lamentando as dificuldades.

O escritor inglês Willian Shakespeare já dizia: “Sofremos demasiado pelo pouco que nos falta e nos alegramos pouco pelo muito que temos.”

Se fizermos um balanço consciente de nosso dia-a-dia, veremos que temos muito mais a agradecer do que poderíamos imaginar. Sim, porque mesmo as coisas que não nos parecem agradáveis são, no mínimo, lições que nos foram oferecidas para um aprendizado mais profundo sobre nós mesmos – e, portanto, também se configuram como bênçãos.

Olhe a sua vida com mais bondade para com você mesmo, com mais crença e fé na Providência Divina, e você descobrirá o caminho da felicidade.

Felicidade, fé e gratidão caminham sempre de braços dados na sua vida. Preste atenção a isso e você enxergará uma nova maneira para ser feliz.

Gilberto Cabeggi (Escritor, autor do livro “Todo Dia É Dia de Ser Feliz”, pela Editora Gente).

terça-feira, 27 de julho de 2010

Os 5 princípios do Reiki



1 - SÓ POR HOJE, NÃO TE PREOCUPES:
Pensando nesta frase vamos aprendendo a romper os laços com os conceitos preestabelecidos de dor e angústia. Devagar damos o tempo certo para cada pessoa e para cada situação que temos que enfrentar na vida. Rompemos com nossa ansiedade e respiramos em Paz.

2 - SÓ POR HOJE, NÃO TE ABORREÇAS:
Aqui, a meditação diária sobre esta frase, leva-nos a trabalhar as mágoas, os ressentimentos, as raivas e fúrias que se alojam em nós e que trazem tanto mal físico e espiritual. Abalamo-nos por tão pouco, quando estamos entregues aos desafios do ego e às disputas que ele nos impõe. Através deste preceito libertamo-nos da desconfiança e do medo e amamos incondicionalmente.

3 - SÓ POR HOJE, HONRA TEUS PAIS, PROFESSORES E IDOSOS:
Com esta afirmação podemo-nos remeter ao respeito pela vida e pela experiência de cada um. Trabalhamos a nossa pretensão e nosso orgulho e colocamo-nos no devido lugar de aprendizes da vida e filhos de Deus.

4 - SÓ POR HOJE, GANHA A TUA VIDA HONESTAMENTE:
Este preceito lembra-nos a necessidade urgente de sermos honestos connosco mesmos, antes de tudo. Qualidade esta, tão esquecida pela humanidade e que provocou um distanciamento enorme, daquilo a que nossa alma se propõe fazer na vida, e que só pode ser lembrado quando olhamos com carinho e atenção para tudo que nosso coração pede. Desta forma, passamos a realizar nosso propósito na Terra.

5 - SÓ POR HOJE, DEMONSTRA GRATIDÃO POR TUDO O QUE É VIVO:
Quantas vezes por dia nós nos lembramos de agradecer e apreciar as coisas que estão à nossa volta e fazem a nossa vida melhor? Os alimentos e a água, por exemplo, que são imprescindíveis para nossa sobrevivência e que na maioria das vezes são totalmente desprezados por nós. O ar que respiramos e que contém elementos vitais para nosso corpo. Isto tudo sem citar todos os animais que nos ajudam e interagem connosco neste Planeta; e por último as pessoas, que são alvo das nossas críticas, julgamentos e desamor.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Procura-se um amigo...

Vinicius de Moraes



Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.

Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.





sábado, 17 de julho de 2010

De que é feita uma amizade?


Engraçado, eu sempre fiquei pensando em que momento da vida foi criado esse sentimento….a amizade.

Quem será que compôs o primeiro par de amigos da face da terra?
Fico imaginando que eles devem ter tido muitas dificuldades nesse relacionamento, afinal foram os pioneiros em dar carinho, aparar arestas, serem muitas vezes incompreendidos e ainda assim estarem sempre de braços abertos para receber o outro quando preciso.
Bom, mas o tempo passou e hoje já sabemos muitas coisas sobre amizade.
Há de ser entender que a amizade não é algo somente que nos traz alegrias e esse é o maior desafio dela. Há de se aceitar que se pode ter amigos diferentes de nós, em raça, religião, temperamento, criação, cultura. Isso na verdade não é importante na amizade.  


Há de se saber que as regras principais da amizade são o respeito, a consideração, a tolerância e a humildade.

O respeito é primordial, aliás em qualquer tipo de relacionamento ele se faz necessário. Pessoas tem seus limites e esses limites devem sempre serem respeitados. O fato de termos amizade e intimidade com alguém , não nos dá o direito de violar certas regras que estão implícitas em uma amizade.


A consideração é um fator muito importante também. Não adianta sermos tudo de bom para alguém e nos momentos mais delicados e necessários para esse alguém, não termos a consideração que se resume na atenção devida. 
Espera-se mesmo que a amizade, como qualquer outro sentimento, seja uma via de mão dupla. Não existe a possibilidade de só darmos, jamais recebermos e ainda assim sermos realizados nesse sentimento.
Não se trata de um ‘toma lá dá cá’, mas se trata de um ‘eu me lembro quando eu precisei e você esteve comigo, portanto agora você precisa e eu estou aqui’, e isso há de ser feito com um sorriso nos lábios e muito amor no coração.

A tolerância, talvez seja essa a parte principal.
Há de se entender que nenhum ser humano vive em total estado de bom humor a vida toda. Haverão dias que os ânimos não estarão bons, o coração de um deles não estará bem.
Isso sem contar que as pessoas em geral têm os mais diversos tipos de temperamentos e de atitudes.
Há de se saber que para se ter um amigo, alguns momentos desagradáveis dele teremos que suportar, passar por cima mesmo, ignorar, sabendo inclusive que ele em algum instante fará o mesmo por nós se for amizade verdadeira o que ele sente.
Há de se saber, aceitar e entender, que a perfeição em termos de ser humano não existe, cometemos todos, diversas vezes, falhas, enormes falhas. Nenhum de nós é o rei da verdade, nenhum de nós está certo o tempo todo… em algum momento o nosso amigo é que será a parte certa e por mais que o nosso orgulho nos impeça de dizer, teremos que aceitar.


A humildade há de precisar estar presente sempre.
Amigos que não convivem com isso, dificilmente conseguirão levar uma amizade avante.
Há de ser ter humildade pra dizer coisas simples:
Eu não sei, você me ensina?
Eu não consigo, você me ajuda?
Eu não posso, tenho medo, você vai comigo?
Eu errei, me perdoa?
Eu me arrependi, você me desculpa?
Eu não fui fiel a você, me dá outra chance?
Eu disse o que não devia, você pode esquecer?
Eu ando negligenciando nossa amizade, você me permite recuperar esse tempo perdido?
Ser humilde numa amizade, não significa se humilhar, significa provar ao outro o seu grau de importância na nossa vida.


Por fim, uma amizade há de ter altos e baixos sim, há de atravessar furacões, cair em abismos, há de se despedaçar toda……mas se for amizade de verdade, há de voltar, envolta em ferimentos, apoiada numa bengala, sangrando até…e há de encontrar o seu companheiro com o curativo nas mãos, amor no coração e disposto a dar o perdão!

Ser amigo, é todos os dias aprender alguma coisa nova, é sempre ter algo de que se arrepender por alguma coisa que se deixou de fazer.
Ser amigo é principalmente dividir uma emoção, saber acalentar um coração e deixá-lo voar pra longe de nós quando ele precisar.


Mas ser amigo é especialmente se recolher num cantinho e esperar esse coração voltar pra nossa mão no momento que ele achar que é bom.
(Autor desconhecido)

terça-feira, 29 de junho de 2010

Dia de São Pedro e São Paulo


São Pedro é tido como o guardião das chaves das portas do céu.
Por este motivo espero que nesse dia ele venha a abrir as portas de muitos corações que ficaram trancados devido a mágoas, ressentimentos e tristezas pelas chagas que a própria vida nos apresenta.
Que estes corações possam abrir-se para dar e receber o perdão.
Porque somente assim poderá florescer o amor, o carinho e a fraternidade e com estes virá a reboque a tão desejada felicidade.
Aproveite então este dia de São Pedro e faça sua reflexão e reconciliação com aqueles para quem fechou seu coração mas que porém intimamente e espiritualmente encontra-se ligado e a amar.
Abra com as chaves de São Pedro neste dia seu coração e o destino certamente te fará sorrir.

São Paulo também é festejado com São Pedro, pois os dois. foram julgados e condenados no mesmo dia.