Google+ Followers

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Mandamentos de uma mulher bem sucedida


Nas últimas décadas, as mulheres foram ganhando aceleradamente posições no mercado de trabalho. Além das atividades domésticas, e familiares, muitas ainda enfrentam oitos ou mais horas de trabalho remunerado. A habilidade em conciliar tarefas é uma característica impressionante e invejável. Em muitos lares espalhados por todo o mundo, mulheres chegam do trabalho, preparam o jantar, enquanto verificam a lição dos filhos, assistem ou pelo menos ouvem um pouquinho de novela ou um programa específico, falam com a mãe no telefone e preparam a mamadeira do filho menor, namora com o marido, lê um capitulo do livro e possivelmente ainda adianta o trabalho que levou para casa. No dia seguinte tudo de novo, só que ainda tem academia e inglês. Reunião com amigos e compras. Ufa ! Quanta coisa ! De onde vem tanta energia ? Qual é essa fonte ? 
A resposta é : do mundo interior, na dimensão da alma. A mulher tem seu hemisfério cerebral direito mais aguçado do que nós homens, por isso essa capacidade maior em fazer várias coisas ao mesmo tempo, além de ter mais pensamentos artísticos e abstratos, além ter mais intuição e criatividade além de possuir mais sensibilidade. E vale a pena dizer que é bem diferente de fragilidade. A mulher não é um ser frágil, mas um ser sensível, preceptivo ! Voltando a fonte de energia, é bom lembrar que as diversas atividades ao mesmo tempo podem ser melhor realizadas se essa mulher desenvolver ao longo de sua vida a habilidade de se interiorizar e de ouvir a sua alma. Significa um momento para abastecer-se de energia e continuar sua vida com mais animo e vitalidade. O grande perigo é quando a mulher esquece que é uma alma e se ilude pensando que é um dos seus papéis. Quando isso acontece, o stress invade o corpo e a mente. Em seguida surge a queda da auto-estima e o pior, nascem as depressões, angústias e o vazio toma conta da vida. Esse caminho tem sido percorrido por milhões de mulheres em todo mundo. 





APRENDA A SER QUEM VOCE REALMENTE É - Uma alma que está passando por esse planeta e que tem muito trabalho a fazer, mas que a sua bateria energética esta em seu autoconhecimento, em sua vida interior, nos seus pensamentos e na sua fé.


 TER OBJETIVOS DE VIDA - Uma pessoa sem objetivos é como uma folha seca ao vento. É levada para qualquer direção, em qualquer momento. Existem dois tipos de objetivos: os materiais e os espirituais. Os ligados a matéria são automóveis, jóias, roupas, imóveis etc. E os espirituais são as conquistas de valores mais duradouros como, por exemplo: desenvolver a paciência, ter mais equilíbrio, ser mais otimista, entre outros. O planejamento é imprescindível para que todos os objetivos se concretizem. 


3º APRENDER A UTILIZAR A MENTE - Temos um supercomputador capaz de realizações ilimitadas que está anatomicamente embutido em nosso crânio. Aprender a programá-lo é fundamental, pois através do poder mental, geramos energias que dão forças para o dia-a-dia. Estas energias em forma de um campo eletromagnético também conhecido como aura, atraem o que desejamos, influencia pessoas, pode curar e principalmente materializar os nossos sonhos. 

4º TER UMA PERSONALIDADE AGRADÁVEL - Tratar bem as pessoas; aprender a colocar-se no lugar delas; chamá-las pelo nome; ser humilde; interessar-se por elas; saber ouvir e principalmente elogiar, reconhecer e respeitar; são atitudes que lubrificam as engrenagens do dia-a-dia e devem ser utilizadas para quem quer prosperar. São as pessoas que nos levantam e que, no alto, nos matem. Criar relações desarmoniosas faz minar as energias celestiais contidas no coração, as quais poderiam ser canalizadas para grandes realizações. 



5º DESENVOLVER A PERSISTÊNCIA - O fracasso é o sucesso em processo. Desistir de um sonho é o mesmo que anunciar que está morrendo. A persistência é a mãe do sucesso. É ela que materializa os nossos sonhos. Mas é importante lembrar dos ensinamentos da oração: "Pai me dê forças para as coisas que eu posso mudar, serenidade para as que eu não posso e sabedoria para encontrar a diferença". 


6º TER FLEXIBILIDADE PARA MUDANÇAS - A velocidade de mudança do mundo é algo assustador. Uma mente inovadora e criativa é fundamental para a sobrevivência, principalmente na vida profissional. O que deu certo no passado não garante mais o sucesso no presente. Devemos estar atentos e perceber que a vida é diferente a cada dia. Pessoas que estão fazendo as coisas do mesmo jeito que sempre fizeram estão ficando para trás. Mudar para melhor é a única saída. 

7º MELHORAR A VIDA DAS PESSOAS - Cada pensamento, palavra ou atitude que envolve nossos projetos de vida, se estiverem embasados com o desejo sincero de ajudar as pessoas, recebe uma poderosa força cósmica que faz prosperar com muito mais intensidade tudo aquilo que nos propomos a fazer. Quando temos boas intenções, estamos automaticamente em sintonia com as Leis do Universo, sensibilizamos os anjos e podemos construir com a segurança de prosperar.

8º CONHECER E USAR OS DONS E TALENTOS - Nossos dons e talentos são as maiores ferramentas que temos contra a pobreza e a falta de realização. A falta do autoconhecimento é a maior causa do fracasso, pois quem tem consciência dos seus verdadeiros dotes naturais pode produzir diamantes, pois já descobriu que sua alma é feita de um material superior. É como se Deus tivesse nos dito: "meu filho, você vai nascer na Terra e vai ser muito próspero, mas será necessário utilizar os seus dons e talentos". Mas quando ele disse a palavra próspero, nós mergulhamos ansiosamente em direção a Terra e não terminamos de ouvir o restante da recomendação.



9º TRABALHAR COM AMOR - Colocar amor no trabalho é essencial para o sucesso. Nunca vamos conhecer alguém bem sucedido que não tenha prazer no que faz, ou que trabalhe apenas por obrigação ou necessidade. Quem trabalha com amor está empregnando vida, energia positiva e prosperidade em tudo que toca. Realizar trabalhos com dedicação e amor é fazer jus a virtude de ser filho de Deus.


10º DESENVOLVER A AUTO-ESTIMA - O amor próprio é a maior abundância que podemos ter. Quem não se ama leva uma vida amarga e espalha pessimismo ao seu redor. A busca de si é primordial para qualquer realização na vida. A virtude de ter uma elevada auto-estima pode garantir o prazer a alegria e o sucesso de estar passando por este planeta. 

11º TER CONFIANÇA NA VIDA - Precisamos aprender a confiar no processo perfeito e harmônico que a vida, e aprender a aceitar mais os acontecimentos e as pessoas que surgem. Também é importante perceber que somos abundantes por natureza e que a prosperidade é como um oceano, onde cada um pega o que o coração permite. E lembre-se: um coração livre, puro e desapegado é capaz de desfrutar de todo oceano, enquanto corações pobres e egoístas disputam para pegar baldinhos de água, se esquecendo que já tem o oceano. Esta é uma das principais atitudes que limita a humanidade a prosperar.

(By Marcelo de Almeida
)

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

A amizade


É pelo signo da amizade que se unem os homens, os povos e as raças, e é sob seus auspícios que há de haver paz na Terra


A amizade, tal como é no fundo e em sua singeleza, equivale ao afeto que, nascendo no coração dos seres humanos, emancipa-se de toda mesquinhez e interesse, enaltecendo e enobrecendo o pensamento e o sentimento dos homens.
Não se poderia conceber a amizade se ela não fosse presidida pelo ternário simpatia-confiança-respeito, indispensável para nutrir o sentir que a constitui. Se admitimos que o ódio é movido por espíritos em discórdia que as forças do mal aproveitam para ampliar sua abominação, com maior convicção ainda deveremos admitir que a amizade, encarnando o espírito de solidariedade pela compreensão do afeto, pode mover forças muito mais potentes que as do mal, pois ela é o grande ponto de apoio sobre o qual se concentram as maiores esperanças do mundo.
Se algo existe na natureza humana que demonstre de forma mais palpável a previsão do Criador Supremo ao lhe infundir seu hálito de vida é, sem dúvida alguma, a propensão de todo ser racional a estender seu afeto ao semelhante, já que nisto, poderíamos dizer, se apoia a manutenção ou perpetuação da espécie humana. A força que a amizade infunde reciprocamente nos seres sustenta a vida através de todas as adversidades e a perpetua, apesar dos cataclismos que o mundo já teve de suportar.
A amizade entre os homens consegue realizar o que nenhuma outra coisa consegue, por maior que seja. Não seria ousado afirmar que ela é um dos poucos valores de essência superior que ainda restam no homem, que o elevam e dignificam, tornando-o generoso e humanitário.
Não se violam impunemente os preceitos naturais que tornam possível a convivência humana. Toda amizade sincera é presidida pelo próprio Deus; quem atraiçoa essa amizade comete, em conseqüência, uma inqualificável ofensa ao Supremo Juiz de nossos atos.
Embora seja certo que nem todos podem inspirar e ainda professar uma verdadeira amizade, por carecerem de sentimentos adequados que não desvirtuem o significado que substancia seu inegável mérito, ou por impedi-lo, geralmente, características mentais ou psicológicas adversas, é de todo ponto de vista admissível que possam, superando suas condições pessoais, alcançar a graça de uma amizade ou de muitas.
Mas uma coisa que não sabem os que destroem francas e nobres amizades é que a corrente de afeto altruísta bruscamente cortada por quem defrauda seu semelhante encontra sempre sólidos pontos de apoio no coração dos demais, daqueles que mais próximos estiveram dessa amizade.
Em geral, os homens esquecem em que circunstâncias nasceu esse sentimento e como foi aumentando gradualmente, até os limites do maior apreço. Daí também que apareça, na alma dos que o truncam sem justificativa alguma, o tão desprezível estigma da ingratidão.
Fácil será deduzir, pois, que a humanidade só deixará de existir como tal se a amizade se extinguir por completo no coração dos homens.[Por Carlos Bernardo González Pecotche (Raumsol)]Coletânea da Revista Logosofia 

domingo, 27 de setembro de 2009

Dias de Sombras




Coincidentemente, há dias que se caracterizam pela sucessão de ocorrências desagradáveis. Nada parece dar certo. Todas as atividades se confundem, e os fatos se apresentam deprimentes, perturbadores. A cada nova tentativa de ação, outros insucessos ocorrem, como se os fenômenos naturais transcorressem de forma contrária. Nessas ocasiões as contrariedades aumentam, e o pessimismo se instala nas mentes e nas emoções, levando-as a lembranças negativas com presságios deprimentes. 
Quem lhe padece a injunção tende ao desânimo, e refugia-se em padrões psicológicos de auto-aflição, de infelicidade, de desprezo por si mesmo. Sente-se sitiado por forças descomunais, contra as quais não pode lutar, deixando-se arrastar pelas correntes contrárias, envenenando- se com o mau humor. São esses dias de provas, e não para desencanto; de desafio, e não para a cessação do esforço.
 
Quando recrudescem as dificuldades, maior deve ser o investimento de energias, e mais cuidadosa a aplicação do valor moral na batalha. Desistindo-se sem lutar, mais rápido se dá o fracasso, e, quando se vai ao enfrentamento com idéias de perda, parte do labor já está perdido. Nesses dias sombrios, que acontecem periodicamente, e às vezes se tornam contínuos, vigia mais e reflexiona com cuidado. Um insucesso é normal, ou mesmo mais de um, num campo de variadas atividades. Todavia, a intérmina sucessão deles pode ter gênese em fatores espirituais perniciosos, cujas personagens se interessam em prejudicar-te, abrindo espaços mentais e emocionais para intercâmbio nefasto contigo, de caráter obsessivo. Quanto mais te irritares e te entregares à depressão, mais forte se te fará o cerco e mais ocorrências infelizes tomarão forma. Não te debatas até a exaustão, nadando contra a correnteza.
 
Vence-lhe o fluxo, contornando a direção das águas velozes. Há mentes espirituais maldosas, que te acompanham, interessadas no teu fracasso. Reage-lhes à insídia mediante a oração, o pensamento otimista, a irrestrita confiança em Deus. Rompe o moto-contínuo dos desacertos, mudando de paisagem mental, de forma que não vitalizes o agente perturbador. Ouve uma música enriquecedora, que te leve a reminiscências agradáveis ou a planificações animadoras. Lê uma página edificante do Evangelho ou de outra obra de conteúdo nobre, a fim de te renovares emocionalmente. Afasta-te do bulício e repousa; contempla uma região que te arranque do estado desanimador. Pensa no teu futuro ditoso, que te aguarda. Eleva-te a Deus com unção e romperás as cadeias da aflição.
Há sempre Sol brilhando além das nuvens sombrias, e, quando ele é colocado no mundo íntimo, nenhuma ameaça de trevas consegue apagar-lhe, ou sequer diminuir-lhe a intensidade da luz. Segue-lhe a claridade e vence o teu dia de insucessos, confiante e tranquilo.
 
- Joanna de Angelis – 
(Texto extraído do livro "Momentos de Saúde"- Imagem: Neli Neto).