Google+ Followers

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Crescimento Interior



Muitos assuntos não se ensinam nas Escolas, Universidades e MBA, mas são muito importantes para a evolução pessoal e o bom relacionamento humano.

Segue um texto que peço a gentileza de refletirem e praticarem:

O “ser humano”, na sua natureza intima é uma fera domesticada é sempre inimigo de seu semelhante, e as vezes de si mesmo. A intolerância pelos erros e defeitos alheios denota sempre um vício de caráter.

O nosso “planeta terra” é uma grande escola onde os mestres são todos os elementos que compõe a natureza irracional e racional da qual faz parte o ser humano. Entretanto, o homem não está conseguindo aprender, com estes mestres.

A vida agitada, a ansiedade faz o ser humano entrar em conflito, daí aparecem às doenças.

O ser humano está com medo de enfrentar as belezas da vida vivendo em uma sociedade onde se ocultam os maiores crimes,o jogo, a droga, escrúpulos que abafam leis, abuso do poder, hipocrisia, corrupção, que faz perder a moral causando problemas a outros seres humanos que tentam viver corretamente.

A nossa sociedade é mentirosa, vive uma vida de falsas aparências que além de causar

sentimento de culpa, provoca sérias doenças física e mentais.

Mas existe “o remédio”, e somos nós, vamos fórmula:

1. Procure ser equilibrado, integro e justo.

2. Não se perca na ”vagabundagem de pensamentos negativos”.

3. Não procure defeitos alheios, cuide dos seus.

4. Nunca perca a oportunidade de ser útil para quem quer que seja.

5. Entenda que ninguém é ruim. Todo o ser humano tem seu lado bom, positivo e virtuoso, e um ponto fraco.

Se olharmos uma fruta podre, já desgastada pelos vermes, podemos encontrar

partes a aproveitáveis. Ninguém é perfeito.

6. Reflita na grandiosidade da existência que nos foi dada, nascemos para ter uma vida calma como as águas de um lago límpido para alcançarmos o fim que nos foi proposto. Não entendo porque nos tornamos infelizes e ficamos constantemente buscando a felicidade por caminhos muitas vezes incertos.

7. Faça sua auto análise (olhe para dentro de si), assim como se fosse uma auto inspeção interna, e pese com precisão na sua balança da sinceridade as boas e as más ações praticadas durante o dia.

Irá verificar por este procedimento quantas mágoas, quantas revoltas você guarda dentro de si. E se após esta auto análise você não se modificar estas mágoas e revoltas acumuladas se transfomarão em doenças.

Feliz é aquele que pode ver o seu interior, passear nas regiões desconhecida de sua mente espargindo luz sobre os contaminantes responsáveis por suas esquisitices.

Eu também não sou perfeito, e desejo compartilhar este exercício de evolução com os senhores.

(Por: Darcio Calligaris)

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Novas técnicas infalíveis sobre “Como dar Muito Prazer a uma Mulher”


Técnica nº 1: Mãos Molhadas

Faça sua parceira sentar-se em uma cadeira confortável na cozinha.
Certifique-se de que ela consegue ver muito bem tudo que você faz.
Encha a pia da cozinha com água e adicione algumas gotas de detergente para louça com aroma. Segurando uma esponja macia, submerja suas mãos na água e sinta sua pele ser envolvida pelo líquido até que a esponja esteja bem molhada…
Agora, movendo-se devagar e gentilmente, pegue um prato sujo do jantar, coloque-o dentro da pia e esfregue a esponja em toda a superfície do prato.
Vá esfregando com movimentos circulares até que o prato esteja limpo.
Enxague o prato com água limpa e coloque-o para secar.
Repita com toda a louça do jantar até que sua parceira esteja gemendo de prazer..

Técnica nº 2: Vibrando pela Sala

É um pouco mais difícil do que a primeira, mas com algum treino você vai fazer com que sua parceira grite de prazer:
Cuidadosamente apanhe o aspirador de pó no lugar onde ele fica guardado.
Seja gentil, demonstre a ela que você sabe o que está fazendo.
Ligue-o na tomada, aperte os botões certos na ordem correta.
Vagarosamente vá movendo-se para frente e para trás, para frente e para trás… por todo o carpete da sala.
Você saberá quando deve passar para uma nova área.
Vá mudando gradativamente de lugar.
Repita quantas vezes seja necessário até atingir os resultados.

Técnica n° 3: Camiseta Molhada

Este joguinho é bem fácil, embora você precise de mente rápida e reflexos certeiros. Se você for capaz de administrar corretamente a agitação e a vibração do processo, sua parceira falará de sua perfomance a todas as amigas dela:
Você precisará apenas de duas pilhas.
Uma pilha com as roupas brancas, e outra pilha com as coloridas.
Encha a máquina de lavar com água e vá derramando gentilmente o sabão em pó dentro dela (para deixar a mulher ofegante, use exatamente a quantidade recomendada pelo fabricante).
Agora, sensualmente coloque as roupas brancas na máquina… uma de cada vez…. devagar.
Feche a tampa e ligue o ‘ciclo completo’.
Sua companheira vai ficar extasiada.
Ao fim do ciclo, retire as roupas da máquina e estenda-as para secar.
Repita a operação com as roupas coloridas…

Técnica nº 4: O que sobe, desce

Esta é uma técnica muito rapidinha.
Para aqueles momentos em que você quer surpreendê-la com um toque de satisfação e felicidade. Pode ter certeza, ela não vai resistir.
Ao ir ao banheiro, levante o assento do vaso.
Ao terminar, abaixe novamente.
Faça isso todas as vezes.
Ela vai precisar de atendimento médico de tanto prazer.

Técnica nº 5: Gratificação Total

Cuidado: colocar em prática esta técnica pode levar sua companheira a um tal estado de sublimação que será difícil depois acalmá-la, podendo causar riscos irreversíveis a saúde da mulher.
Esta técnica leva algum tempo para o seu aperfeiçoamento.
Empenhe-se com afinco.
Experimente sozinho algumas vezes durante a semana e tente surpreendê-la numa sexta-feira à noite.
Funciona melhor se ela trabalha fora e chega cansada em casa.
Aprenda a fazer uma refeição completa.
Seja bom nisso.
Quando ela chegar em casa, convença-a a tomar um banho relaxante (de preferência aromático em uma banheira de água morna que você já preparou).
Enquanto ela está lá, termine o jantar que você já adiantou antes dela chegar em casa.
Após ela estar relaxada pelo banho e saciada pelo jantar, execute a Técnica nº 1.

Preste atenção nela pois o estado de satisfação será extremamente alto, tão alto que poderá causar coma repentino.

(Esta não é de minha autoria, mas eu adorei e quero compartilhar com todas aqui!)

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Meu hoje...um aniversario porreta!!!

003.gif image by recadoso

Hoje foi um dia especial!

Nunca tive um aniversário que me fizesse pensar positivo... mas hoje meu dia foi ótimo.

Engraçado, eu nunca gostei deste dia e não foi por nenhum trauma de infância, que eu me lembre eu este dia sempre foi um dia de muito carinho....mas sempre vinha uma tristeza sem motivo, eu já acordava querendo que o dia acabasse, muitas vezes risquei este dia do calendário – não gostava de lembrar dele, como se riscá-lo fizesse com que ele não acontecesse... mesmo assim ele vinha, e eu ficava na maior deprê...

Sempre gostei de ficar sozinha, mas neste dia procurava nunca estar sozinha para não pensar muito, e parecia incrível, exatamente neste dia acontecia vários espaços de tempo sem ninguém...e ficando só os momentos não eram bons, eu tinha uma sensação de impotência diante da vida... como se eu tivesse perdendo alguma coisa que não conseguisse segurar.

Mas este ano foi diferente... pela primeira vez eu quis comemorar diferente...não com uma festa para os amigos, mas comigo mesma...e resolvi que mesmo que este dia fosse uma segunda-feira e que talvez ninguém se lembrasse que era meu aniversário e ainda assim eu estaria feliz.

No sábado, com um programa família para comemorar – com marido, filha querida, filha do coração, meu genro e amigos – só adolescentes, sem neuras e com assuntos diferentes, tudo novo, da nova geração... Muito bom, uma noite deliciosa, ao fundo musical de cavaquinho as vozes e os sorrisos dos jovens.

E hoje – no dia –segunda-feira, acordei com a gostosa surpresa de um café na cama, muitos sorrisos, beijos, carinhos e depois dormir novamente...sem hora para acordar... estou de falsas férias...uma semana só...estou tirando horas de banco, mas tem tanto tempo que não fico sem fazer nada que considero umas férias!!!

E comecei a sorrir bem cedo... almoço especial – prato preferido – Filé a parmegiana, temperado com o carinho do marido.

A tarde, trabalho de faculdade, e depois resto de da tarde sozinha...engraçado este ano só não teve momentos ruins...não teve angustia e nem tristeza...pensei em coisas boas, alimentei meus sonhos, escutei muitas músicas boas e dancei sozinha. E vi que eu sou privilegiada. Nem todos têm as mesmas oportunidades que eu... e neste dia de hoje olhei para o meu passado e vi que foram nestes anos que se passaram que eu construí o que sou hoje, e foi neles que tive chances de escolher e ainda neles ganhei meus presentes divinos.

Foi no primeiro desta quantidade de anos que faço hoje é que Deus me permitiu vir ao mundo e me emprestou um lar, onde dois espíritos maravilhosos me conceberam com amor, me acolheram junto a mais oito espíritos que vieram para aprender, nos dando condições de ser gente; foi também num deles que Ele colocou ao meu lado um espírito para caminhar comigo nesta dimensão, me considerou digna da missão de ser mãe dando de presente uma filha maravilhosa, me mantém com saúde... e principalmente Ele nunca me abandona sozinha neste meu caminho...

Hoje comecei aquela mudança em minha vida que sempre adiei. Não vou esperar para ser feliz. Não vai adiantar tentar fugir de meus problemas. Ninguém consegue. Mas resolvi esquecer-me deles por um dia. Depois aprender o que tiver que aprender e enfrentá-los, afinal vão continuar ali mesmo... Nada vai me abater, eu acredito. Só peço a Deus que continue me dando saúde e paz, pois viver vale a pena... e se eu tiver lucidez quero pedir também que este dia se repita por muitos anos.

domingo, 16 de agosto de 2009

Coisas que ja fiz...

Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR!
Texto de Clarisse Lispector